Počitelj, Medjugorje e Mostar - Bósnia-Herzegovina

12:09:00




A Bósnia-Herzegovina ainda é um país pouco explorado pelos brasileiros e um destino incomum entre turistas do resto do mundo. Mas durante nossa viagem pela Croácia não tivemos dúvidas de que fazer um passeio de carro pelo interior deste país e conhecer um pouco mais de sua história e de sua cultura seria  algo que poderia nos render uma aventura maravilhosa. Resolvemos então sair de Dubrovnik rumo a  Sarajevo (que falarei em outro post) e no caminho paramos para conhecer três pequenas cidades - Počitelj, Medjugorge e Mostar.



Počitelj é um pequeno vilarejo medieval construído por volta do ano de 1400 e que hoje faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO. É interessante observar como a ocupação otomana exerceu forte influência em suas construções e nos costumes do local. Quem quiser ter uma visão mais completa da vila e da fortaleza de pedra que circunda o local, o ideal é fazer a trilha ladeira acima para conseguir chegar até a torre de pedra ou Gravakapetan. Como não estávamos com tempo de sobra resolvemos ficar na parte mais baixa da cidade de onde vimos a torre apenas de longe. Se passar pelo centrinho histórico não deixe de ver a mesquita Hajji Alija que é a principal atração da cidade.










Alguns quilômetros adiante foi a vez de conhecer Medjugorge. E para quem não sabe, esse pequeno vilarejo cercado por montanhas bem no interior do país tornou-se conhecido após várias aparições de Nossa Senhora para um grupo de jovens no início da década de 80. Hoje é um local de muitas peregrinações e apesar das aparições ainda estarem sendo analisadas pela Igreja Católica o culto oficial foi autorizado pelo arcebisbo Henryk Hoser - enviado a Medjugorge pelo próprio Papa Francisco.





A trilha que nos leva até o monte Podbrdo - local onde ocorreram as primeiras aparições - apesar de não ser muito longa (cerca de 20 min de caminhada) é bem cansativa e muito íngreme. Por isso aconselho um bom par de tênis para quem tiver a intenção de fazer a subida até o final. Lembre-se também de comprar uma garrafinha de água nas lojinhas que estão situadas nas proximidades do início da trilha antes de começar sua subida, pois depois não tem nada além de muitas pedras pelo caminho.








Garanto que cada gota de suor valeu a pena. Estar neste lugar foi a realização de um sonho. Impossível conter as lágrimas e não ficar hipnotizado pela energia positiva que contagia o local onde a Rainha da Paz deixou algumas de suas mensagens para a humanidade. Foi um momento realmente mágico!!!



Nossa última parada antes de chegarmos em Sarajevo foi na cidade medieval de Mostar. Um lugar simplesmente fascinante, cercado de muita história e que faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO desde 2005. Além disso ela carrega o título de cidade mais bela da Bósnia. Considero indispensável uma pausa por aqui!


Em Mostar está localizada a famosa ponte de pedra ou Stari Most (século XVI) que foi destruída durante os bombardeios da guerra da Bósnia com a antiga Iuguslásvia. Ela foi reconstruída em 2004 e hoje é um dos principais cartões postais da cidade. Nela é realizada ainda hoje uma antiga tradição onde jovens pulam do alto dos seus 24 metros no rio Neretva como forma de impressionar as garotas. Só lembrando do perigo desse salto, em 2016 um turista morreu ao pular da ponte e muitos guias alertam para que os turistas não incentivem tal prática oferecendo dinheiro para quem se propõe a saltar.



Não deixa de caminhar pelos dois lados da ponte e entrar em seus bazares e lojinhas de souvenires cheios de charme. Tem muita coisa bonita e barata e a vontade é de comprar quase tudo que vemos. Aqui também vale ressaltar a forte influência do Império Turco-Otomano na arquitetura (com suas inúmeras mesquitas e seus lindos minaretes), na culinária e nos costumes de seu povo. 





E por falar em mesquita, aqui vai a dica mais legal deste post. Se você quiser entrar em alguma delas e estiver com pouco tempo, aconselho você a entrar na Koski Mehmed Paša. E sabe por quê? Porque dela temos uma das vistas mais lindas da Ponte Velha ou Stari Most. 






O mais curioso foi que entramos na mesquita por acaso. Antes de chegarmos nela eu já tinha perguntado para várias pessoas da cidade de onde era feita a foto com "aquele" ângulo mais bonito da ponte e ninguém me dava uma resposta precisa. Fiquei chateada no começo mas depois resolvi relaxar e aproveitar o passeio. Foi então que entramos quase sem querer na mesquita Koski Mehmed Paša e um dos funcionários perguntou se a gente queria comprar a entrada que dava direito de utilizar o terraço externo localizado nos fundos da mesquita para fazer fotos da ponte. E realmente foi a vista mais bonita que tivemos não só da Stari Most mas também de Mostar.



Por último vai uma diquinha também interessante do restaurante que escolhemos para almoçar - o ŠadrvanUm lugar muito agradável localizado na parte antiga de Mostar e bem no burburinho de maior movimento de turistas. Nossa escolha incluiu entrada, prato principal e sobremesa. Muita coisa diferente e uma fartura de encher os olhos. Era tanta comida que não dava para saber por onde começar. A dica é dividir os pratos pois as porções são realmente enormes.







Se me perguntarem se eu ficaria mais alguns dias em Mostar para aproveitar tudo o que ela tem a oferecer com um pouco mais de calma a resposta é SIM. Certamente nossa passagem por essa pequena vila cheia de encantos foi algo muito marcante para todos do grupo e vai deixar muitas saudades....






You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts