Seoul (South Korea) - Roteiro 4 dias

17:52:00



Uma cidade encantadora, moderna e com muitos lugares para conhecer. Passear por Seoul é estar frente a frente com o novo e com séculos de história ao mesmo tempo. Seus templos e palácios nos remetem a uma época em que o Brasil ainda estava longe de ser descoberto. E nos bairros mais modernos nos deparamos com ruas lotadas de gente, lojas coreanas e também as grandes lojas de departamento do ocidente além de muitas experiências gastronômicas novas. Enfim, um mundo novo a ser descoberto por nós ocidentais. Considero uma injustiça Seoul ser menos conhecida que outras grandes capitais da Ásia, como Tóquio e Pequim!


Optamos por ficar hospedados na região mais antiga da cidade, próxima aos principais palácios e da famosa rua de comércio Insadong. Nesta área sua experiência coreana será mais autêntica, mas há outros locais mais modernos e "ocidentalizados" onde a hospedagem talvez permita um contato mais gradual com a cultura da cidade. Cito em especial as regiões de Myeongdong e Gangnam, que gostamos muito. Como nossa viagem foi no mês de férias escolares, visitamos Seoul no verão (julho) - mês mais quente e chuvoso do ano! Bem, muitos passeios foram feitos com guarda-chuva, mas o calor ainda não chegava a incomodar como o que enfrentamos em Pequim. Reserve quatro dias para conhecer as principais atrações da cidade, e mais um dia se quiser conhecer locais mais distantes como a zona desmilitarizada (DMZ) na fronteira com a Coréia do Norte. 


Começamos pelo Palácio Unhyeongung localizado bem pertinho do nosso hotel e no meio do caminho até o Palácio Gyeongbokgung. Ele é um palácio não oficial de Seoul pelo fato de nunca ter sido ocupado por um rei de verdade, mas mesmo assim o lugar merece ser visitado. A arquitetura e seus grandes portões impressionam logo à primeira vista. Dentro dele ainda encontra-se um mini-museu de cera com cenas que retratam o cotidiano da Coréia antiga.










Em seguida fomos conhecer uma das atrações turísticas mais importantes e mais visitadas de Seoul - o famoso Palácio Gyeongbokgung ou Palácio da Felicidade Brilhante. Ele foi construído entre 1392 e 1395 por Taejo (fundador da dinastia Joseon), e destruído e reconstruído várias vezes em função das invasões japonesas. O contraste entre os seus inúmeros pavilhões e as montanhas ao fundo é maravilhoso, ainda mais lembrando-se que estamos dentro da cidade. Imperdível! Reserve pelo menos uma manhã ou tarde inteira para conhecê-lo, pois o local é enorme. Há visitas guiadas em inglês incluídas no valor do ingresso e que ocorrem várias vezes ao dia. Não deixem também de assistir a troca da guarda, que ocorre diariamente em horários variados. Estes horários podem ser encontradas no site oficial de turismo da Coréia, por sinal excelente.




















Após visitarmos o palácio, descemos pela famosa região de Insadong até uma das construções mais famosas e queridas da cidade - a Jongno Tower. No seu topo fica o restaurante Top Cloud, que tem vistas incríveis. Logo em frente nos deparamos com o surreal Cheonggyecheon - este adjetivo vale pelo menos para nós, brasileiros. Imaginem: um riacho de águas cristalinas que cruza a cidade, e é cercado por áreas verdes e decoradas para recreação e caminhadas. Inacreditável, e bem na área mais movimentada da cidade!





Continuamos nosso passeio até a Namsan Tower - um lugar incrível e também um dos favoritos para quem quer apreciar o lindo por do sol de Seoul. A dica é não deixar para ir muito no fim do dia, pois a fila do Cable Car que nos leva até a torre é gigantesca e a espera chega a durar em torno de uma hora. Para os mais animados, há a opção de subir a pé. Nossa sorte foi que o por do sol no verão ocorre um pouco mais tarde - em torno das 20h nos dias de verão.
Outra atração no Namsan Park além da torre são os cadeados dos apaixonados. Se você pensa que em Paris viu muitos destes é porque ainda não foi em Seoul. São árvores e mais árvores formadas por cadeados!!!









No dia seguinte foi a vez de conhecer o famoso bairro onde estão localizadas as casas mais tradicionais de Seoul - Bukchon Hanok. O lugar é uma linda vila cheia de charme, localizada entre os principais palácios da cidade: Gyeongbokgung e Changdeokgung. Ao chegar, pegue o mapa e siga o roteiro a pé, parando com calma em cada um dos 12 pontos que oferecem vistas magníficas do local e dos arredores. Algumas casas antigas deram lugar a cafés e casas de chá - vale a pena entrar e conferir (a que escolhemos tinha 300 anos segundo o dono do lugar).
















Após o almoço em Bukchon Hanok, visitamos à tarde os vizinhos palácios Changdeokgung e Changgyeonggung, que também fazem parte dos "Cinco Grandes Palácios de Seoul". Na verdade são separados apenas por um muro e no interior deles está localizado o famoso "Jardim Secreto"- lugar por onde os reis costumavam caminhar e ficar em contato direto com a natureza. Este é visitado apenas com guia, dura cerca de 1 hora, e as entradas podem ser compradas na hora em conjunto com a entrada que dá acesso ao palácio. Se você tiver sorte, poderá visitar o Jardim Secreto à noite, sob a luz da lua cheia! Imperdível, mas infelizmente tais visitas não ocorrem no mês de julho e são muito concorridas. Para saber as datas, visite também o site oficial de turismo da Coreia.














No dia seguinte rumamos para a parte sul da cidade, também conhecida como Gangnam (agora mundialmente conhecida graças à música do Psy). Lá está localizado o principal templo budista de Seoul - Bongeunsa Temple. Conhecido por suas "Lanternas dos Desejos" ou "Lanternas de Lothus", nele todo ano ocorre um festival quando os coreanos fazem seus pedidos e acendem as lanternas para que os desejos se realizem. Fica bem em frente ao maior shopping de Seoul, o Coex Mall.










Outro local também em Gangnam que vale a pena conhecer é a exposição da Samsung - Samsung D'Light. Trata-se de uma interessante mostra interativa, para crianças e adultos, onde a empresa coreana exibe os produtos que espera tornar realidade em breve.








No nosso último dia em Seoul visitamos, mesmo embaixo de chuva, o Memorial de Guerra da Coreia. Estávamos curiosos para entender por que esta atração é considerada a número 1 da cidade pelo Tripadvisor. O local é facilmente acessível pelo metrô, e oferece um enorme jardim com réplicas de aviões de guerra, tanques e armamentos que fazem a alegria da criançada. Há, inclusive, um museu da criança no local. O memorial fornece detalhes sobre cada uma das inúmeras guerras e ocupações já enfrentadas pelo país, mas o foco maior é sem dúvida a guerra atual com a vizinha Coréia do Norte. A esta altura, você provavelmente já sabe que esta guerra não acabou, e tudo o que existe é um cessar-fogo assinado em 1953.











You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts